Saturday, November 25, 2006

Felicidade (para ser musicado)


foto: jonas lund

A felicidade é como Deus
Não se dá a ver facilmente
Pois ninguém agüentaria
Seu insuportável êxtase.
Desvendá-la? Só aos poucos
Na intensidade do possível
Do contrário é perigosa luz
Que vem de todas as funduras.
É fácil virar água escura.

Porém, eu a vi cara a cara
E a consciência de tê-la
Cegou-me para sempre.
Hoje, a lembrança me tortura
Nitidez afiada da saudade
Do dia em que meus dedos
Enlaçaram tua cintura
Sobre o vestido de flores
Num céu de incendiada cores.

E fomos um no momento
Entre dunas e o mar
Depois vimos a tarde morrer
Na proa daquele navio.
A brisa enchia nossos peitos
E meu rosto se escondia
Sob o vento de teus cabelos.
O dia se deitava de vez
Mas não se desfez o instante.

É hoje o que me dilacera
Na quimera da memória.

Rio, outubro de 2006

2 Comments:

Blogger Paulo de Tarso said...

Caro Paulo.
Fiquei impressionadíssimo com a qualidade do seu texto. Tenho muita admiração por quem faz um texto ficcional com densidade e concisão. Simplesmente não consigo. Tenho muita dificuldade em lidar com a fantasia: é o medo, pavor mesmo, da criação. Pra criar a gente precisa perder um pouco o controle e ser muito livre, duas coisas muito difíceis para mim. Tenho tentado há quase 50 anos (exagero, tenho 52).
Vou estar sempre aqui. Gostei, mesmo!
Bom fazer um novo amigo, especialmente com tanta qualidade de pensamento criativo. Ademais somos charás e seu segundo nome é o mesmo do meu filho mais velho. Sincronicidades.
Penso que posso aprender muito com você. Viva a internet, que permitiu interações inimagináveis, anteriormente.
Abração!

12:40 PM  
Blogger ipaco said...

Paulo, fico muito, mas muito mesmo, feliz com seu comentário. Esses textos fazem parte de um esforço para botar pra fora fantasias, experiências, enfim aquela coisa toda que atravessa as nossas vidas. Você tem toda razão: a internet permite essas sincronicidades maravilhosas. Somos da mesma geração (tenho 47) e certamente teremos muito para trocar.

forte abraço
pt

2:35 PM  

Post a Comment

<< Home

mariposas: Felicidade (para ser musicado)