Sunday, December 24, 2006

Ciclo



Com preguiça, enrolo os dedos
nos cachinhos dos teus pelos
e deixo a tarde me atravessar.
No suor de nosso abraço
me deito ao sonho e me levas
no sortilégio de teu sorriso.
Chega o escuro e, no calor,
apuro, com cuidado, os sentidos,
atento ao tremor de tua pele.
Noite adentro, plena madrugada,
escorro no fundo do teu ventre,
brasa acesa do desejo.
E quando o dia, afinal, explode
num verão de cores quentes
eu, com ele, renasço suave
de morte ardente em teus braços.


Rio, dezembro de 2006

4 Comments:

Blogger Paulo de Tarso said...

Maravilhoso, como sempre.
Paulo, as fotos são suas? E as interferências no Photoshop, também é você que faz? Pergunto porque esse material, por si só, já é lindo...
Muito bom!

5:19 AM  
Blogger ipaco said...

As fotos são minhas, excetos as que têm crédito específico. As manipulações no photoshop são feitas por mim, e, nessas, a maior parte das fotos são minhas, mas há algumas, como é o caso dessa, que são imagens que peguei na internet por ter achado bonitas e modifiquei com o photoshop.

8:34 AM  
Blogger ipsislitteris said...

Está um primor, paulinho. tudo!

12:57 PM  
Blogger ipaco said...

Gracias, Ipsis!

5:27 PM  

Post a Comment

<< Home

mariposas: Ciclo